segunda-feira, 22 de abril de 2013

Espera

 

Faz tanto frio em mim como

la fora.

A solidão entrou e acomodou-se aqui,

assim como a noite cobriu a rua.

 

E eu, pela janela, contemplo as estrelas, enquanto tão só espero por ti,

mesmo sabendo que não virás…

 

Tu não voltarás, e o sonho

deixa de ser sonho, e a vida, é apenas vida, e no peito, sente-se o último

pulsar do que resta… tu sabes. (…)

 

Fim.

 

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Que bom que gostou, querida amiga! grande beijinho

      Eliminar
  2. Olá Jo, tudo bom?
    Que lindo texto. A solidão nos atormenta, nos faz esperar e sofrer... e como você disse, a pessoa sabe, e nos tormenta. Muito lindo mesmo!

    Deixo aqui o convite para visitar o meu blog também. :)
    Um grande abraço e uma ótima semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo seu simpático convite... pois visitarei com toda a certeza, e seguirei também! :)
      sSim... quando a solidão é aquilo que nos acompanha, enquanto esperamos por algo ou alguém que não vem, é uma dor que atormenta mais que tudo... Uma excelente semana! :)

      Eliminar

Partilha comigo a tua teoria.