sábado, 26 de janeiro de 2013

Mar

 

Eu quero um mar, amor…

um mar maior, um mar mais fundo.

Umar de sonho, um mar feliz…

um mar de vida, daqueles que tu sabes.

 

Aquele mar, amor!

De águas claras tal como o dia…

com maravilhas e mais magia.

Um mar de força, de encantamento…

um mar de marés de sonhos

como só eu, amor

tão solenemente, tu sabes, as  via!

 

Quero esse mar, amor…

Que nos leva e que nos traz,

nos braços da vida, da saudade, da pás.

 

Esse mar de marinheiros e encantamentos,

de barcos de piratas, de histórias e ventos…

esse mar de corais e ilhas que nos confortam a alma,

esse mar doce e salgado que nos transmite a calma,

na espuma que nos mostra reflexos de alegria,

no espelho das águas, que tanto nos conforta e inebria.

 

É o meu mar, para te amar, amor.

É o teu mar, para me amares, se assim for.

É o nosso mar, se amor houver,

é um mar de amor, se o amor acontecer.

 

                               Fim.                     

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Partilha comigo a tua teoria.