segunda-feira, 30 de julho de 2012

Já Não Sei...

 

Já não sei se sonhei contigo, ou se me apaixonei por ti…

Já não sei se foi um momento, ou se nem estavas aqui.

Já não sei se o que sei faz sentido, ou se ao invés disso enlouqueci…

Já não sei se sentir faz sentido, ou se nem sequer eu te senti.

 

Já não sei se falei contigo, ou se falaste tu para mim…

Já não sei se o que foi, foi mesmo, ou se fui eu que quis que fosse assim.

Já não sei se somos o que somos, ou se não somos, o que pensamos que somos.

Mas que confusão!

Se já não sei se somos aquilo que somos, talvez sejamos mais

Do que a saudade e a sensação.

 

Já não sei se o que sei é certo…

Porque já não sei se o que é certo, faz assim tanto  sentido.

Já não sei se estamos longe ou perto

Tal como já não sei se estás em mim, ou se sou eu,

Que estou contigo.

 

Já não sei se viveria contigo, uma vez que vivo através de ti…

Já não sei se atinei contigo, ou se foste tu que entraste em mim…

Já não sei se troco palavras contigo, sendo que gosto quando falas por mim.

 

Já não sei se te espero, ou se vivo contigo mesmo assim…

Eu só sei que te quero, já que tu és toda a minha vida, e eu vivo para ti.

 

                               Fim.                     

 

4 comentários:

  1. Leonel01:07:00

    Este poema tem tudo a ver comigo... Eu que tambem ja nao sei de nada!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sei como te sentes... por não saber de nada, é que também o escrevi... **

      Eliminar
    2. podes querer q es td para mim. e vivo para ti.

      Eliminar
    3. Tão querido o meu mano Arthurzinho! :) abraço forte...

      Eliminar

Partilha comigo a tua teoria.